Telescópio e outros aléns

Recebi a carta mais simples, despretensiosa e gentil. E, sim, o “com amor” me balançou um pouco. 

Status: entendendo melhor o conceito de migalhas. 

Eu poderia dizer que não tem sido fácil viver e qualquer um acompanharia o raciocínio. Mas não seria muito honesto. Nem posso garantir que estou tentando. Há coisas que não tenho nem terei coragem de fazer e todo o resto parece pálido diante desta constatação.

Westworld voltou e que morte horrível. Mas talvez seja eu.

Minha amiga perguntou se eu não preciso de ajuda. Tentei. A mulher disse que a vida tá dureza mesmo, respira fundo, come melhor, chora quando precisar e segue… quando estiver na ladeira, solta e vai na banguela. Não com essas palavras, claro.

A amiga autora me escreveu uma carta, aceitei o convite e estou comendo pão integral com grãos, ouvindo Salmaso e tentando não dar na vista que não ligo muito para fotos de salas e maçãs.

Vi uma enquete no twitter que perguntava no que você acredita? e as opções eram deus, natureza, universo e nada. Entre estas eu responderia nada, claro. Mas bem lá no fundo ainda acredito é na rapaziada. Fé na vida, fé no homem, fé no que virá – apesar das evidências todas me atropelando. Hoje vimos as primeiras imagens do telescópio James Webb. O engenho humano sempre me encanta. Que alguém, que é gente, tenha pintado a capela sistina, tenha esculpido Davi, tenha feito cálculos para pôr foguetes em órbita, tenha descoberto vacinas e impresso estampas em tecido, tudo isso me comove e arrebata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s