Infinitena #dia469 #dia06 #dia02e1/2nocalendáriokalúnico*

Mais riso em um dia e meio que no resto do ano todo. Carnhinha de caranguejo, camarão ao molho e amanhã cozinharei um peixe que nunca antes. Cação de couro. Tomate, cebola, alho, pimentão, leite de coco e fome. Sal. Pimentinha do reino. Tic, tic, tic, como ensinou a Dilma. Cheiro verde no fim. Uns dias são assustadores, outros são bons, a amiga escreveu e assim se fez. Só não aprendi a descascar camarão sem os pequenos cortes espalhados pelos dedos. Só não aprendi a querer assim sem os grandes talhos na alma. Subi e desci escadas. Fiz e tomei mimosas com atalhos. Esperei. Ouvi Bethania para fazer de conta que não. Não funcionou. Mas não chorei. Hoje não. Vou deixar pra soletrar doer naqueles cadernos bonitinhos que comprei por causa dela. Nenhum deles é “o” caderno. O perfeito pra mim. Nem você, nem você, nem você. Mas tenho canetas de ponta macia e cores variadas. Consertei uma roupa com a tampa da caneta. A pele dos meus pés e da minha mão são tão finos, nem parece que. A máquina de lavar roupa quebrou. Vou lavando roupa do dia a dia à mão mesmo. Aí o cano da pia da área de serviço estourou. Oh, céus. Oh, vida. Oh, azar. O amigo recebeu as fotos e respondeu com as melhores frases. O céu ficou de tantas cores que deu vertigem. No twitter, a pergunta: qual o hobby de rico você teria. E um monte de respostas. Eu ri. Se fosse rica, meu hobby seria fazer nada. Um dia aqui, outro ali. Eu, rica, ninguém me segura. Um tijolo segurando a porta. Alguém segurando uma barra. Que é gostar de você. Conchinhas: lilás, até. Jogo de vôlei. Medalhas. Pessoas e seu esforço. Pessoas e seus sonhos. Pessoas e seus planos. O meu: aquele abraço. No Rio, como cantava Gil. Do outro lado da rua ainda há vida. Por todo lado, ainda há vida insistindo. Teimando. A sua também. Suspiro. Preciso saber o que dizer pra amiga que perguntou como eu estou. Eu estou no tempo errado. Morando naquela frase que eu nunca sei se é uma cantada engraçada: eu estou aqui, você está aí, sabe o que isso significa? Um de nós está no luar errado. Você conhece a Sara Tavares? Diz-me. Aquilo mesmo. Coisas Bonitas. Pequenas alegrias: roupa de cama macia, creme pro cabelo bem cheirosinho. No todo dia, olheiras cada vez maiores. Biquíni velho, álbum particular no FB, um anel com sinete, máscaras. Quando acordar pensando que pessoas queridas estão no mesmo lugar que você se tornou um pesadelo? Sim, é uma pergunta retórica.

ava3
“Brinque com meu fogo, venha se queimar”

Dia de São João. Fácil de achar. Fôlego. Tramontana. Mínimo. Atarantado.
Quando tenho companhia, que viagem encantadora, senhoras e senhores. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s