Planejamento 1

Eu gosto de viajar. E gosto de planejar a viagem. Não quer dizer que vou seguir estritamente o planejamento. Planejo pra ficar íntima. Gosto de ver imagens. Ler as impressões de quem já esteve nos lugares. Saber o nome das comidas. Os lugares que os turistas acham que só eles descobriram. Gosto de me informar sobre transporte público. Sobre feiras e mercados. Sobre a programação cultural. Assim, explorando antecipadamente, peguei ópera, concerto de piano, balé…

Eu leio muito blogs e relatos de viagem. Vejo fotos. Faço listas.

Em novembro vou, finalmente, viajar pela América do Sul, conhecer Montevidéu e Buenos Aires. Tem um arquivo de excel aberto na minha frente com 9 abas. Pois é. A primeira é um resumo da viagem, simples, dia a dia, apenas com a indicação de hospedagem, horário de vôos/ônibus e dias em viagem.

planejamento1

Depois tem a aba passeios com a lista de pontos de interesse, museus, parques, jardins, monumentos, etc. Tudo com preço, quando é o caso, dias e horários de visitas. A seguir as abas custo planejado e custo real. A primeira foi feita quando comecei a pensar na viagem, a partir de valores estimados pelo que eu lia e pesquisava. A segunda é resultado de todos os gastos que já fiz. Compro tudo que posso antecipado: ingresso no espetáculo de teatro, passagem de ônibus e barco para ir de Montevidéu a Colônia e de lá a Buenos Aires. Pagamos as hospedagens antecipadamente também.

Daí tem este roteirinho dia a dia (também faço mapinhas pra cada dia planejado):

Tem mais uma aba com hospedagem (nome e endereço dos hotéis/pousadas/apartamentos de airbnb) e informações de deslocamento (número de vôos, horários, etc). A sétima aba é com “o que comer”, lista de comidas e restaurantes, todas as dicas gastronômicas que consigo recolher. As abas 8 e 9 são de links, uma aba sobre Montevidéu e outra sobre Buenos Aires. Aí também jogo todas as dicas e sugestões de amigos.

Isso porque nem contei ainda como escolho hospedagem. Primeiro me informo dos melhores bairros. A seguir faço o mapeamento dos pontos de ônibus, metrô e pontos turísticos da região. Aí começo a procura (claro, limitada pelo $$). Pego os endereços e passeio pelo google street view/google maps. Escolho vôos e deslocamentos diversos tentando chegar/partir dos lugares ainda em horário comercial para pegar transporte coletivo e/ou melhores preços de táxis.

Aplicativos: sim. Para Buenos Aires já baixei o “como llego” para orientar no deslocamento na cidade. Além do accuwehater, que me serve desde antes pra decidir que roupas colocar na mala. E mapinhas, adoro. Quando desço no aerporto saio logo procurando um balcão de turismo pra pegar mapinhas da cidade que vão fazer parte da Pasta. Com letra maiúscula porque nela vai tudo, tudo: passagens aéreas, passagens de ônibus e barco, entradas nos espetáculos, translados pagos quando é o caso, mapinhas, programação, endereços de hotéis e reservas, cópias de documento, seguro saúde e o que mais for papel necessário pra servir de âncora nos dias de viagem.

O que eu gostaria de ter e não tenho, pra ter uma viagem ainda melhor: uma câmera fotográfica boa ou um celular com uma boa câmera. Mas não vai ser dessa vez, chuiff.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s